xxxxxxx

******

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

História intantil


Era uma vez um menino chamado João Carlos.Ele era de uma família pobre, porém o pai e mãe  trabalhavam  muito e se esforçavam para que ele tivesse uma vida digna e feliz.Ele ia a escola, fazia as lições,  brincava com os amiguinhos na horas de folga.Também assistia televisão e passeava nas férias. O menino cresceu e um certo dia ele começou a mentir. Criou um personagem para ele e falava para as pessoas  que ele era tudo o que  achava que o personagem era. Superman, 007, instrutor de patinação,Medalhista olímpico, lutador de esgrima . As pessoas iam perguntar para a mãe dele, é verdade que seu filho ganhou o troféu do melhor jogador de Handebol? A mãe envergonhada não dizia nem que sim e nem que não mas que se ele tinha ganho ela ainda não tinha sido informada. Algumas vezes ela até mentiu, afirmando que sim, o filho dela era um mestre cuca, cozinhava muito bem e sabia fazer muitos pratos, mas era mentira, fazia isso apenas para as pessoas pararem de zombar das mentiras de seu filho.Havia a esperança que quando o filho fosse pegando mais idade , ele próprio fosse largando o personagem e sendo ele mesmo, mas ao contrário , o personagem tomou conta da vida real do menino e ele queria que a vida dele se transformasse na vida do personagem. Ele exigia das pessoas que o amavam que fizessem todas as suas vontades para que as mentiras dele se tornassem realidade. Coitado do menino, não era amado por ninguém a não ser pela própria família  e pela companheira dele que no começo até acreditou nas mentiras dele mas agora também era refém. Um dias as pessoas da família foram acordando e viram o mal que tinham causado em não ter desmascarado o menino enquanto ainda era tempo, se arrependeram de criar aquele egoista. Agora a família vive pensando numa maneira de reverter a situação, mas sabe que só a VIDA vai poder mudar o menino personagem.Moral da história....Nunca queira ser quem você não é .E muito menos viver de fantasias.Aceite e tua realidade!


.

Nenhum comentário:

Postar um comentário